Infecção urinária no homem

Infecção urinária no homem

É muito provável que não seja surpresa alguma, se te dissermos que metade das mulheres do mundo inteiro vão sofrer com a infecção urinária pelo menos uma vez ao longo de suas vidas. Mas e os homens? Será que eles também têm de ser preocupar com este mal?

“Potencialmente, todos nós corremos o risco de ter a condição, porque as bactérias por trás dela já estão em nosso organismo”, explica a médica Leda Lotaif, diretora da Sociedade Brasileira de Nefrologia. Indivíduos do sexo masculino, portanto, também podem ser vítimas dela.

A proporção é muito menor (para cada 10 mulheres afetadas pela cistite, apenas um homem contrai a infecção), mas não custa nada prestar atenção, não é mesmo? Fique por dentro de todas as particularidades dessa doença nos homens:

Eles são minoria entre as vítimas da doença porque as bactérias têm mais dificuldade de viajar pela uretra deles (maior que a feminina), mas também porque, durante o sexo, eles expelem por ali um líquido antimicrobiano. Tem mais: os homens fazem xixi o tempo todo e em qualquer lugar, o que diminui a probabilidade de enfrentar o tormento. Só que essa proteção costuma ter prazo de validade: vai até os 50 anos, período em que o aumento da próstata tende a acontecer.

Trata-se de um fenômeno natural à idade, mas que pode resultar no aprisionamento de urina na bexiga, cenário ideal a infecções. “Nesse caso, é preciso usar medicação para melhorar o esvaziamento do órgão”, diz o urologista Walter Koff, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Ou partir para tratamentos que reduzam o volume da próstata em si.

Medidas protetoras

Cuide-se

Relação sexual segura e boa higiene ajudam a evitar os chabus infecciosos – em si e na parceira.

É a próstata?

Queixas ligadas à infecção urinária após os 50 anos pedem avaliação da glândula masculina.

Libera a comporta

Se a cistite for confirmada, não raro é preciso apelar para remédios que estimulam a bexiga.

Dose certa

Nada de usar antibiótico a menos ou a mais que o plano proposto pelo especialista.

 

9 mitos e verdades sobre infecção urinária

As infecções urinárias não poupam ninguém – não à toa, são a principal complicação de origem bacteriana em todo o Brasil. Sim, apesar de as mulheres jovens serem as mais atingidas, a doença também afeta pessoas de outras idades e gênero.

É por isso que, quando o assunto é essa doença (que, se acabar se complicando, pode levar à morte), é preciso saber distinguir o que é certo do que é errado. A SAÚDE checou alguns mitos que circulam por aí sobre o assunto – será que algum em que você acreditava foi desmentido? Olha só:

1. “Pega no banheiro?”
MITO: As bactérias por trás da encrenca vivem no corpo, não por aí. Nada de segurar o xixi fora de casa.

2. “Suco de cranberry ajuda a prevenir?”
VERDADE: Embora ainda não haja estudos definitivos, médicos recomendam o suco ou cápsulas da frutinha contra infecções de repetição.

3. “Friagem faz mal”
MITO: Pegar frio no pé ou sentar no gelado não causam cistite. O problema do inverno é beber menos água.

4. “É uma DST”
MITO: A dinâmica do sexo facilita a contaminação da uretra por bactérias que já moram em nosso corpo.

5. “Ingerir produtos à base de probióticos ajuda”
VERDADE: Alguns produtos e suplementos do gênero equilibram a flora intestinal e auxiliam a combater os micro-organismos por trás da cistite.

6. “Lave sempre mais”
MITO: Exagerar na limpeza da região pode ser um tiro pela culatra, uma vez que desorganiza a flora bacteriana local.

7. “Hidratação evita a infecção”
VERDADE: Caprichar nos goles de água eleva o volume e a saída de urina, o que ajuda a evitar a multiplicação e instalação dos micróbios.

8. “Tomar suplementos vitamínicos impede a contração”
MITO: Multivitamínicos dão uma força para a imunidade, mas não há evidências de que protejam o pedaço.

9. “Tomar antibiótico resolve o problema”
VERDADE: É o único tratamento quando a cistite já se instalou. O exame de urina acusa a bactéria causadora e norteia a escolha do remédio.

 

Referências: Médicos, livros e site de saúde.

Leia mais sobre o infecção urinária no site do Ministério da Saúde.

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Infectologia, Notícias, Tratamentos

  • Veja também


Hipertensão Arterial

Hipertensão: causas, sintomas, diagnóstico e como baixar a pressão   A hipertensão arterial é o aumento anormal – e por longo...

Trombose Venosa

Trombose: o que é, sintomas, cura e muito mais   O que é Trombose? A trombose, também conhecida como Trombose...

Descolamento de Retina

Descolamento de retina: sintomas, tratamentos e causas   O que é Descolamento de retina? A retina é uma fina...

Glaucoma

Glaucoma: o que é, sintomas, tratamentos e causas   O que é Glaucoma? O glaucoma é uma doença ocular caracterizada por...

Aterectomia rotacional

Aterectomia Rotacional   O que é Auriculeta? É uma técnica utilizada durante as angioplastias coronarianas, em lesões ateroscleróticas que...

O que é rinite?

Rinite: o que é, sintomas e tratamentos   O que é Rinite? Rinite é caracterizada por sintomas nasais como...

Diabetes

Diabetes: Sintomas, Tratamentos e Causas   O que é Diabetes? O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da...

Angioplastia de Varizes

Angioplastia de Membros Inferiores   O que é? A angioplastia de membros inferiores é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo...

Remédios para Rinite Alérgica

Remédio para rinite alérgica: veja opções de tratamento Diversos medicamentos podem ser usados e escolha depende da avaliação do...

Marca-passo para o Coração

Marca-passo: tudo sobre a cirurgia e a vida com o aparelho A pessoa pode ter alta no mesmo dia...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad