Peeling Químico

Peeling Químico

Peeling Químico

O peeling químico é usado para tratar rugas finas, cicatrizes leves, acne, manchas de sol, pele sem brilho e sem textura. Para cada caso o dermatologista irá orientar o tipo de substância que será utilizada, o número e o intervalo das sessões.
Normalmente é um procedimento realizado no consultório do dermatologista. A pele é limpa com um agente que remove os excessos de óleo e olhos e cabelos são protegidos.

Ao todos existem 5 tipos de peelings químicos mais usados:

  1. ácido glicólico
  2. ácido retinóico
  3. ácido tricloroacético
  4. ácido salicílico
  5. ácidos lácticos ou ácidos carbólico (fenol)

Estes tipos peelings químicos devem ser definidos após uma consulta com o dermatologista e a escolha é baseada no tipo de dano que a pele apresenta e no resultado desejado. Dependendo do tipo de peeling, superficial, médio ou profundo, o paciente pode sentir um leve ou severo ardor na pele, como se estivesse queimado de sol.

As descamações superficiais normalmente ocasionam vermelhidão, que pode durar de três a cinco dias. As descamações médias ou profundas podem, algumas vezes, provocar inchaço e bolhas que se rompem, formando crostas que desaparecem em 7 a 14 dias. Pacientes com predisposição a herpes labial devem informar o médico, eventualmente pode haver necessidade de profilaxia.

Quais são os cuidados que devem ser tomados com o peeling químico?

É importante evitar, imediatamente após o peeling químico, exposição demasiada ao sol, já que a nova pele é frágil e muito mais suscetível a ser danificada. Também deve-se evitar o uso de substâncias químicas como cremes depilatórios, perfume e tinturas nas áreas tratadas. Não deve-se remover a pele que começa a descamar pelo risco de cicatrizes ou manchas.

Estes outros artigos sobre Dermatologia podem ser de seu interesse:

Quais são os tipos de Peelings Químicos?

Resorcina: É um dos métodos mais indicados para eliminar manchas ou cicatrizes decorrentes da acne. Durante o tratamento não há nenhum tipo de incômodo com a aplicação da pasta feita com resorcina e a descamação da pele inicia-se depois de alguns dias.

Ácido Retinóico: O peeling é feito com ácido retinóico pode ser aplicado em quase todos os tipos de pele. As sessões podem variar em até 10 para obter o resultado desejado.

Jessner: É uma combinação feita com ácido salicílico, ácido lático e resorcina

Ácido Glicólico: É um peeling utilizado como esfoliante da pele.

Fenol: É um peeling feito a partir da fórmula de Baker e remove a queratose.

Peelings Clareadores: Tem a intenção de clarear a pele sem descamação.


Qual o tempo de recuperação após o peeling?

Normalmente são de sete a dez dias, mas o período depende da substância utilizada e do tipo de pele. Se a camada da pele for mais superficial, a descamação é mínima e o tempo é menor.

Atenção: Para pessoas que têm herpes simples, é muito importante manter os cuidados especiais a fim de evitar o ressurgimento de feridas durante o tratamento.

Riscos do peeling

Pode causar queimaduras, manchas e irritações. Dependendo da profundidade, pode causar cicatrizes.
Entretanto existem pós tratamentos que podem eliminar as manchas e cicatrizes. Converse com seu dermatologista para que ele possa lhe orientar.

 

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Peeling

  • Veja também


Author: Redação

Share This Post On
468 ad