7 Doenças mais comuns em crianças

7 Doenças mais comuns em crianças

Conheça as 7 doenças de crianças mais comuns
Veja quais são as doenças mais comuns que afetam crianças e como tratá-las

 

A infância é um período de descobertas e aprendizados. É uma época em que o corpo ainda está se formando, e o sistema imunológico está desprotegido contra a maioria dos perigos. Por isso, é também uma época de atenção redobrada dos pais. Conhecer e entender as doenças de crianças mais comuns é um meio de evitar que elas corram riscos.

Conheça as doenças de crianças mais comuns e como evitá-las (ou combatê-las):
Entre as doenças mais comuns, quatro delas são combatidas através das vacinas tetra virais (sarampo, catapora, caxumba e rubéola). Ao identificar algum dos sintomas, procure imediatamente um pediatra, que diagnosticará a criança com precisão.

 

1. Catapora (varicela)

As famosas marquinhas vermelhas são um perigo constante para as crianças. O vírus varicela-zóster é muito comum, e atinge principalmente crianças abaixo dos 10 anos. Como é uma idade de muito contato, principalmente na escola, o contágio é facilitado, visto que a doença é muito contagiosa e transmitida através de contato direto. Geralmente não possui grandes complicações, mas deve ser tratada assim que alguns desses sintomas aparecerem:

• febre;

• falta de apetite;

• cansaço;

• queixas de dores de cabeça;

• aparecimento de bolhas e manchas avermelhadas principalmente no rosto e no tronco.

 

2. Sarampo

O sarampo é uma das principais e mais perigosas doenças de crianças. É altamente contagiosa, e, se não for tratada, pode levar a complicações variadas, como pneumonia ou otite. Ela é causada pelo vírus Morbillivirus, transmitido principalmente através da saliva. Ao tossir, espirrar ou até mesmo falar, a criança pode espalhar o vírus rapidamente.

Por esse motivo, é recomendado quarentena absoluta e repouso até que os sintomas sumam. Alguns deles são:

• erupções avermelhadas na pele;

• catarro em excesso nas vias aéreas;

• mal-estar.

A criança também pode apresentar febre e irritação nos olhos. É aconselhável cuidar para que ela não irrite ainda mais seus olhos coçando (e, assim, contaminando ainda mais o ambiente). Procure aliviar esse sintoma passando levemente um pano úmido e limpo sobre os olhos fechados.

 

3. Caxumba

A caxumba, apesar de já ter sido uma das piores doenças infantis, hoje em dia é facilmente controlada. Continua sendo uma doença comum em crianças, porém sua incidência diminui à medida que pais submetem seus filhos às vacinas tetra virais.

Ela é causada pelo vírus Paramyxovirus, e afeta as glândulas parótidas, que produzem a saliva. Quando infectadas, essas glândulas incham, e produzem um aspecto facilmente identificável na criança. As glândulas ficam localizadas abaixo das orelhas, mais próximas da mandíbula.

Se não for tratada corretamente, a doença pode se espalhar por outros órgãos. Se a criança se alimentar corretamente, beber muito líquido e repousar, o sistema imunológico será capaz de dar conta do vírus em alguns dias. Porém, é recomendado que os pais levem a criança a um pediatra, que indicará o tratamento ideal para cada caso.

 

4. Rubéola

A última das doenças combatidas pela vacina tetra viral, a rubéola é inofensiva na maioria dos casos. Trata-se de um vírus, altamente contagioso, transmitido também através da saliva. Como dito anteriormente, na maioria dos casos, a rubéola pode desaparecer em algum tempo, mas pode representar um risco a mais se uma mulher contrai-la durante a gravidez, já que o vírus pode ser transmitido ao bebê.

Se isso acontecer, não hesite: procure um médico imediatamente. O tratamento provavelmente será simples e rápido, mas não perca tempo. Alguns dos principais sintomas da rubéola são:

• manchas e erupções vermelhas na pele em todo o corpo;

• febre;

• dores musculares e mal-estar.

 

5. Conjuntivite

A conjuntivite é uma das doenças de crianças mais comuns, mas, a princípio, não representa nenhum risco especial. No entanto, é preciso tomar certas medidas para que ela não evolua e cause estragos permanentes. Se trata de uma inflamação que irrita os olhos e caracteriza-se por vermelhidão, coceira, sensibilidade à luz ou olhos lacrimejantes.

Ela é transmitida principalmente por bactérias ou outros agentes, como sujeira ou vírus. Como ela é contagiosa, recomenda-se que a criança evite locais com outros pequenos, como a escola ou a creche. Caso a conjuntivite seja alérgica, ela pode ser tratada através de anti-histamínicos; se for bacteriana, alguns antibióticos podem ser receitados. Mas o tratamento deve ser ministrado por um pediatra para que ele analise e verifique se não há outros problemas.

 

6. Otite

A otite é uma inflamação causada por bactérias, e afeta a região dos tímpanos. Por causa dela, a criança pode queixar-se de dor constante e uma sensação de abafamento nos ouvidos. Também é possível que seja secretada uma substância amarelada.

Não há o que fazer em casa: leve a criança imediatamente a um pediatra, que receitará um antibiótico apropriado. Com o tratamento correto, os sintomas devem sumir em alguns dias.

 

7. Gripe e Resfriado

Apesar de parecidos, gripe e resfriado têm características diferentes e são causados por vírus distintos. Nos dois casos, a principal forma de contágio é a saliva, eliminada durante tosses e espirros. O resfriado costuma ser mais brando, com coriza e irritação das mucosas. Já o pacote da gripe inclui febre, dor muscular e cansaço. Nas duas situações, o tratamento serve para aliviar os sintomas, uma vez que o problema regride automaticamente. Manter a hidratação, com chás, água e sucos, acelera a recuperação. Para prevenir os quadros gripais, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda a vacinação a partir dos 6 meses.

A bronquiolite, uma infecção nos bronquíolos, também é comum em bebês prematuros e crianças de até 2 anos. Causada principalmente pelo vírus sincicial respiratório (VSR), promove febre, dificuldades para respirar, tosse e chiados no peito. Em casos graves, requer internação hospitalar. A forma de contágio é a mesma da gripe. Por isso, evite levar a criança a locais com aglomeração de pessoas ou outros bebês doentes. De acordo com a SBP, prematuros devem receber aplicações mensais de palivizumabe, um remédio à base de anticorpos, que evita a infecção pelo VSR, especialmente perigosa para essas crianças.

 

Esteja em dia com a caderneta de vacinação dos seus filhos

Quatro das seis doenças mais comuns citadas neste artigo podem ser combatidas através de vacinas. O sarampo, a caxumba, a rubéola e a catapora podem ser combatidas pelas vacinas tetra virais, que podem ser aplicadas a partir dos 12 meses de vida.

Ela é facilmente encontrada em postos de saúde públicos. Fique atenta a campanhas de vacinação dos postos mais próximos à sua casa.
Além dessas doenças, existem muitas outras, como a asma, que podem trazer muitos problemas. Esteja sempre atenta aos sinais e não negligencie as queixas.

É muito importante manter a caderneta de vacinação das crianças atualizada. As vacinas, que vêm sendo negligenciadas, são uma fonte importante de prevenção das doenças de crianças mais comuns. São doenças inofensivas na maioria dos casos, mas, se não forem tratadas, podem evoluir para complicações ainda maiores.

Visite ainda um pediatra regularmente para avaliar seus filhos. No entanto, apenas um médico especializado pode realizar um diagnóstico correto e receitar os remédios necessários para cada criança.

 

Referências: Médicos, livros e site de saúde.
Leia mais sobre as principais doenças na infância no site do Ministério da Saúde

 

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Cirurgia Pediátrica, Notícias, Pediatria

  • Veja também


Artrose

Artrose: sintomas, tratamentos e causas   O que é Artrose? A artrose, também chamada de osteoartrite, é uma doença que...

Laringite

Laringite: o que é, remédios, tratamento, sintomas e causas   O que é laringite? A laringite é uma inflamação...

Sinusite X Rinite

Reconheça as diferenças entre os sintomas da rinite e da sinusite   Muitas vezes confundidas, essas doenças precisam de...

Insuficiência Cardíaca

Insuficiência cardíaca: sintomas, tratamentos e causas   O que é Insuficiência cardíaca? A insuficiência cardíaca, também chamada de insuficiência cardíaca...

Insuficiência Renal

Insuficiência renal aguda: sintomas, tratamentos e causas   O que é Insuficiência renal aguda? Insuficiência renal aguda é a...

Hipertensão Arterial

Hipertensão: causas, sintomas, diagnóstico e como baixar a pressão   A hipertensão arterial é o aumento anormal – e por longo...

Trombose Venosa

Trombose: o que é, sintomas, cura e muito mais   O que é Trombose? A trombose, também conhecida como Trombose...

Descolamento de Retina

Descolamento de retina: sintomas, tratamentos e causas   O que é Descolamento de retina? A retina é uma fina...

Glaucoma

Glaucoma: o que é, sintomas, tratamentos e causas   O que é Glaucoma? O glaucoma é uma doença ocular caracterizada por...

Aterectomia rotacional

Aterectomia Rotacional   O que é Auriculeta? É uma técnica utilizada durante as angioplastias coronarianas, em lesões ateroscleróticas que...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad