Microcefalia pode causar Epilepsia e outros problemas neurológicos

Portal de saúde sobre as principais especialidades da medicina.

Microcefalia pode causar Epilepsia e outros problemas neurológicos

 

A microcefalia é uma malformação congênita e isso ocasiona no cérebro não completar seu desenvolvimento como esperado. Esse problema pode acontecer por diversos motivos, como vírus, infecções, radiação e até mesmo por produtos químicos. Essa doença impacta diretamente no sistema neurológico da criança e pode acarretar em outras doenças como: Epilepsia, Paralisia Cerebral, Retardo no desenvolvimento cognitivo, motor e fala, além de problemas de visão e audição.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) padroniza as definições segundo os seguintes pontos de corte:

Microcefalia: recém-nascidos com um perímetro cefálico inferior a 2 desvios-padrão, ou seja, mais de 2 desvios-padrão abaixo da média para idade gestacional e sexo;

Microcefalia grave: recém-nascidos com um perímetro cefálico inferior a 3 desvios-padrão, ou seja, mais de 3 desvios-padrão abaixo da média para idade gestacional e sexo.

A microcefalia pode ser acompanhada de epilepsia, paralisia cerebral, retardo no desenvolvimento cognitivo, motor e fala, além de problemas de visão e audição.

Diagnóstico

Após o nascimento do recém-nascido, o primeiro exame físico é rotina nos berçários e deve ser feito em até 24 horas a partir do nascimento. A OMS recomenda que o perímetro cefálico seja medido entre 24 horas após o nascimento e o 6º dia de vida. Este período é o mais recomendado para se realizar busca ativa de possíveis anomalias congênitas. Entretanto, somente o médico que está acompanhando a gestante pode indicar o método de imagem mais adequado para o diagnóstico.  Ao nascer, os bebês com suspeita de microcefalia serão submetidos a exame físico e medição do perímetro cefálico. Eles devem ser submetidos a exames neurológicos e de imagem, sendo a Ultrassonografia Transfontanela a primeira opção indicada, e a tomografia indicada quando a moleira estiver fechada. Entre os prematuros, são considerados microcefálicos os nascidos com perímetro cefálico menor que dois desvios padrões.

A medida isolada do perímetro cefálico (PC) possui valor relativo, portanto é mais importante acompanhar o crescimento do crânio por meio da curva de crescimento, de acordo com o sexo e idade.

Causa

A microcefalia pode ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas e infecciosas, além de bactérias, vírus e radiação. Ela não tem uma única causa. Alguns exemplos são o vírus da rubéola, citomegalovírus, herpes, a toxoplasmose, e alguns estágios da sífilis.

Tratamento

Não há tratamento específico para a microcefalia. No entanto, existem ações de suporte que podem auxiliar no desenvolvimento do bebê e da criança, e este acompanhamento é preconizado pelo Sistema Único da Saúde (SUS).

Todas as crianças com esta malformação congênita confirmada devem ser inseridas no Programa de Estimulação Precoce, desde o nascimento até os três anos de idade – período em que o cérebro se desenvolve mais rapidamente.

A estimulação precoce tem como objetivo maximizar o potencial de cada criança, englobando o crescimento físico e a maturação neurológica, comportamental, cognitiva, social e afetiva, que podem ser prejudicados pela microcefalia.

Os nascidos com microcefalia recebem a estimulação precoce em serviços de reabilitação distribuídos em todo o país, nos Centros Especializado de Reabilitação (CER), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e Ambulatórios de Seguimento de Recém-Nascidos.

Fonte: Ministério da Saúde

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Destaques, Epilepsia

  • Veja também


Câncer de Pâncreas – Tratamento novas possibilidades

Pesquisadores espanhóis provam com sucesso em cobaias (ratos) que existe é possível inibir umas das proteínas que mais alimenta...

Descolamento da retina: Como diagnosticar e tratar?

O descolamento da retina é um grave problema e precisa de cuidados médicos de forma urgente. Quando essa fatalidade...

Quais são os sintomas do HIV?

Os sintomas do contágio do HIV são complicados de serem conhecidos, por serem bastante comuns de outras doenças, a...

Dores de cabeça e Tratamentos

As dores de cabeça afligem a todos, mas os tipos dessa dor nem sempre são iguais. A razão disso...

Quais são os sintomas da Gripe H1N1?

Os sintomas que a gripe H1N1 apresentam estão muito próximos aos que a gripe comum possui. Seu surgimento acontece inesperadamente...

As Doenças que a Acupuntura trata

A acupuntura é uma forma de tratamento terapêutica que tem a China como o seu berço. A técnica prevê...

O que é o Astigmatismo? Sintomas, Causas e Tratamento

Astigmatismo é o defeito óptico resultante de uma curvatura desigual ger. da córnea e mais raramente do cristalino ou...

O que é uma Cesárea?

A cesárea é um tipo de parto que consiste essencialmente de um corte no abdômen e outro no útero...

TDAH – Déficit de Atenção e Hiperatividade: Doença atinge inúmeras crianças

O TDAH –  transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tem como característica a presença de sintomas como desatenção, hiperatividade e...

Tafenoquine: Medicamento que trata Malária em apenas uma dose

Doença atinge 8,5 milhões de pessoas ao ano. O medicamento Tafenoquine recebeu autorização dos Estados Unidos, agora outros países...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad