Pesquisa aponta que hipertensão esteja ligada ao risco de demência

Pesquisa aponta que hipertensão esteja ligada ao risco de demência

A pressão alta após os 50 anos pode levar o paciente ao problema neurológico da demência. Sendo assim é importante manter as idas ao médico com frequência.

A pressão alta, por si só, merece atenção e cuidados redobrados no dia a dia. Além disso, agora, um estudo publicado no jornal oficial da Associação Europeia do Coração (European Heart Association) associou a hipertensão ao maior risco de surgimento de demência. A pesquisa foi elaborada pela Universidade College de Londres, na Inglaterra, e revelou que quadros de pressão ligeiramente elevada, a partir dos 50 anos, já são suficientes para aumentar o risco de demência em cerca de 45% até os 75 anos.

“Embora tenha sido feito na Europa, este estudo é bastante relevante para a nossa realidade. Afinal, a hipertensão já atinge 35% da população brasileira, além de ser responsável por desencadear até 80% dos casos de derrame cerebral e 60% dos casos de ataque cardíaco registrados no país”, comenta o cardiologista Abrão Cury, do Hospital do Coração de São Paulo (SP).

O estudo europeu analisou dados de 8.639 pessoas avaliadas pela pesquisa internacional Whitehall II – que, por sua vez, acompanhou 10 mil funcionários públicos britânicos desde 1985. “A investigação verificou que pessoas com 50 anos de idade com pressão arterial sistólica de 130 mmHg, entre a faixa de pressão arterial ideal [90/60mmHg e 120/80mmHg] e aquela considerada alta [140/90mmHg], ou acima, tiveram um risco 45% maior de desenvolver demência”, afirma o médico brasileiro.


Entre os participantes da pesquisa que, de fato, desenvolveram o problema, posteriormente, a idade média de registro dos primeiros sintomas de demência foi de 75 anos. Portanto, segundo o artigo científico, a ligação entre o problema neurológico e a hipertensão estaria no fato de que, com o aumento da pressão arterial, uma sucessão de “micro-derrames” poderia ocorrer, ao longo dos anos, de maneira silenciosa e imperceptível. “De acordo com estes pesquisadores, o acúmulo desses eventos é que talvez houvesse provocado a perda cognitiva registrada nos pacientes investigados, assim que chegaram à terceira idade”, afirma Abrão Cury.

Além de confirmar os efeitos prejudiciais da pressão alta na meia-idade, em relação ao risco de demência, como sugerem pesquisas anteriores, o estudo ainda indica que, aos 50 anos, o risco de se ter o problema neurológico pode ser observado de maneira significativa, inclusive, em pessoas que aumentaram os níveis de pressão arterial sistólica abaixo do limiar comumente utilizado para tratar a hipertensão. “Esta pesquisa é observacional e em nível populacional. Portanto, não pode ser traduzida em implicações para pacientes individuais diretamente. Contudo, vale lembrar que a correção de hábitos cotidianos pode combater a hipertensão e, consequentemente, prevenir as comorbidades que ela desencadeia”, orienta o cardiologista.

Fonte: Revista Encontro

 

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Cardiologia, Gestação e Hipertensão, Medicina Intensiva, NOTÍCIAS, saude

  • Veja também


Descolamento da retina: Como diagnosticar e tratar?

O descolamento da retina é um grave problema e precisa de cuidados médicos de forma urgente. Quando essa fatalidade...

Quais são os sintomas do HIV?

Os sintomas do contágio do HIV são complicados de serem conhecidos, por serem bastante comuns de outras doenças, a...

Dores de cabeça e Tratamentos

As dores de cabeça afligem a todos, mas os tipos dessa dor nem sempre são iguais. A razão disso...

Quais são os sintomas da Gripe H1N1?

Os sintomas que a gripe H1N1 apresentam estão muito próximos aos que a gripe comum possui. Seu surgimento acontece inesperadamente...

As Doenças que a Acupuntura trata

A acupuntura é uma forma de tratamento terapêutica que tem a China como o seu berço. A técnica prevê...

O que é o Astigmatismo? Sintomas, Causas e Tratamento

Astigmatismo é o defeito óptico resultante de uma curvatura desigual ger. da córnea e mais raramente do cristalino ou...

O que é uma Cesárea?

A cesárea é um tipo de parto que consiste essencialmente de um corte no abdômen e outro no útero...

TDAH – Déficit de Atenção e Hiperatividade: Doença atinge inúmeras crianças

O TDAH –  transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tem como característica a presença de sintomas como desatenção, hiperatividade e...

Tafenoquine: Medicamento que trata Malária em apenas uma dose

Doença atinge 8,5 milhões de pessoas ao ano. O medicamento Tafenoquine recebeu autorização dos Estados Unidos, agora outros países...

HIV e DST’s crescem no Brasil

O Ministério da Saúde mostra em recente levantamento o crescimento das DST’s e do HIV, os jovens são os...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad