Como evitar problemas cardíacos?

Portal de saúde sobre as principais especialidades da medicina.

Como evitar problemas cardíacos?

Como evitar problemas cardíacos?

Muitas pessoas confundem a prática de exercícios com vaidade e corpo bonito.
Adotar hábitos saudáveis é a forma mais simples de prevenir tratarmos doenças cardíacas.

Existem quatro fatores que influenciam no envelhecimento: genética, meio ambiente, assistência médica de qualidade e hábitos saudáveis.
Certamente a mudança de hábito é mais simples e depende apenas de nós.

Como posso começar a me prevenir de doenças cardíacas?

Comece com trinta a sessenta minutos diários de atividade física aeróbicas (cardiovasculares) que auxiliam no fortalecimento dos músculos, melhora a coordenação e flexibilidade, prevenindo quedas e fraturas; na prevenção e diminuição dos altos níveis glicêmicos e taxas de colesterol e, consequentemente, as doenças cardíacas.

Além disso, as práticas esportivas trazem outros benefícios a sua saúde:

  1. Atividades físicas facilitam a socialização, componente indispensável para nos mantermos saudável física e mentalmente.
  2. Incentiva os cuidados com a alimentação, e adotar uma dieta saudável. Mas é necessário moderar o consumo de álcool e evitar o tabagismo.
  3. Praticar atividades físicas regularmente combate o stress e a obesidade.
  4. Combater a obesidade é, atualmente, uma prioridade, pois ela vem se tornando cada vez mais comum e facilita o aparecimento de outros problemas cardiovasculares.
  5. Atividades físicas reduzem o risco de problemas nas artérias, como diabetes, pressão alta e elevação do nível de gordura no sangue.

Para iniciar práticas esportivas não há restrição de idade e os benefícios podem ser sentidos já nos primeiros dias de atividade. Os resultados duram por toda a vida. Nunca é cedo nem tarde demais para melhorar os nossos hábitos e retardar o envelhecimento das nossas artérias.

 

O que devo fazer antes de iniciar uma atividade física?
A melhor prevenção neste caso é consultar um médico do Esporte, um ortopedista e um cardiovascular.

Quanto a escolha da atividade física, escolha uma opção que te faça feliz e que faça você se mexer e que não precise de grandes investimentos.
Lembre-se que o objetivo de iniciar uma atividade física é a prevenção e a conquista de uma qualidade de vida.

 

Suas atividades e exercícios precisam ser regulares e constantes, preferencialmente 3 dias por semana, alternados, dia sim e dia não.

Ao iniciar uma atividade física, comece devagar, de tempo para o seu corpo acostumar com a nova rotina.
Evite fazer atividades físicas em condições atmosféricas extremas.

Alimente-se cerca de 1 hora antes e até 1 hora após os treinos.
Ao contrário do que muitos imaginam, praticar exercício em jejum e não comer após a atividade física queima massa muscular e não a gordura gorda.

Comece sempre a sua atividade com um aquecimento e acabe sempre com um retorno à calma gradual, para que o seu coração volte ao seu ritmo normal.

Faça alongamentos durante ou após o aquecimento.
O aquecimento e os alongamentos são importante para evitar encurtamentos musculares e problemas nas articulações.

Ao iniciar suas atividades físicas, faça uma evolução calma e gradativa. Isso ajudará seu coração a se adaptar a nova rotina, permitindo que o organismo se desenvolva naturalmente. É muito comum atletas amadores que praticam atividades apenas nos fins de semana ou apenas uma vez por semana se lesionarem com maior facilidade.

Busque uma orientação adequada com profissionais qualificados e preferencialmente formados em educação física.

Se a atividade for externa em ambiente aberto com exposição ao sol, hidrate o seu corpo, e beba entre 300 e 500mL de água até 30 minutos antes da atividade e mais 200mL a cada 30 minutos. Em exercícios que durem mais de uma hora e que causem grande produção de suor, deverá usar uma bebida isotônica.

Um adulto que não pratica esportes regularmente, deverá ter mais cuidado na prática dos exercícios, lembre-se que o esforço acelera o coração e exige mais dos músculos e articulações. Mas calma, mesmo com o aumento dos riscos cardiovasculares no inicio das atividades, o resultado virá com o tempo e você ficará muito mais forte.  Por isso é extremamente importante ter um acompanhamento cardiovascular independente da idade.

A intensidade cardíaca aconselhada: deverá ser 50 a 70% da sua frequência cardíaca máxima (220-Idade) ou a que foi indicada pelo seu médico.

Se ficar com dores no peito, tonturas ou falta de ar, pare as atividades imediatamente e converse com um médico.

Escute seu corpo.
É esperado que, após algum tempo sem ter praticado exercícios você sinta algumas reações como, dores e cansaço. Porém isso passa em uma ou duas semanas.
Se as atividades forem constante e os sintomas persistirem é sinal de que a carga ou execução dos exercícios está inadequada.

Se você  não gosta de estar sozinho, mesmo durante sua atividade física, convide um amigo ou um parente para o acompanhar.
É bom poder dividir alegrias de uma vida mais saudável e prazerosa.

 

Colaboração
KipCor – Cirurgiões Cardiovasculares

www.kipcor.com.br

 

 

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Cardiologia

  • Veja também


Angioplastia, quando fazer?

O QUE É ANGIOPLASTIA E COLOCAÇÃO DE STENT? As artérias que fornecem sangue para sua cabeça, coração, rins e...

Marca-passo para o Coração

Marca-passo: tudo sobre a cirurgia e a vida com o aparelho A pessoa pode ter alta no mesmo dia...

Insuficiência Cardíaca

Insuficiência cardíaca: sintomas, tratamentos e causas   O que é Insuficiência cardíaca? A insuficiência cardíaca, também chamada de insuficiência cardíaca...

Hipertensão Arterial

Hipertensão: causas, sintomas, diagnóstico e como baixar a pressão   A hipertensão arterial é o aumento anormal – e por longo...

Aterectomia rotacional

Aterectomia Rotacional   O que é Auriculeta? É uma técnica utilizada durante as angioplastias coronarianas, em lesões ateroscleróticas que...

Ponte de Safena, como é feita a cirurgia?

Ponte de safena: riscos da cirurgia envolvem infecções e AVC Chances de complicação variam conforme idade e presença de...

O que é arritmia cardíaca?

A arritmia cardíaca é uma condição caracterizada pela falta de ritmo nos batimentos do coração. Ela pode ser sintoma...

Aterosclerose em crianças

A aterosclerose é o endurecimento de um vaso sanguíneo produzido por um acúmulo de placa. A placa é composta...

O que é aterosclerose?

Aterosclerose: sintomas, tratamentos e causas O que é Aterosclerose? Aterosclerose, é uma condição em que ocorre o acúmulo de...

Tudo sobre Colesterol

Colesterol: sintomas, tratamentos e causas   O que é Colesterol? O colesterol é um tipo de gordura encontrada em nosso organismo...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad