Aterectomia rotacional

Portal de saúde sobre as principais especialidades da medicina.

Aterectomia rotacional

Aterectomia Rotacional

 

O que é Auriculeta?

É uma técnica utilizada durante as angioplastias coronarianas, em lesões ateroscleróticas que apresentam muito cálcio em sua composição morfológica. As placas de cálcio são placas duras, que resistem a dilatação com balão e dificultam a expansão adequada dos stents. A aterectomia rotacional é um sistema de broca com cristais de diamante (OJIVA) que rodam a 180 mil rotações por minuto. Modelado a partir de uma broca de dentista, promove um lixamento da placa calcificada, permitindo assim a dilatação com o cateter balão e expansão adequada dos stents, auxiliando em um melhor resultado das angioplastias.

 

 

Quando é indicado?

Na maioria das vezes esta técnica é indicada em lesões calcificadas ou fibróticas. No entanto, as indicações vão depender do médico executor do procedimento.

Como funciona?

Após definido o diagnóstico pelo cardiologista clínico e opção pelo tratamento percutâneo com o implante de stent, o paciente deverá passar por avaliação com médico hemodinamicista para que ele avalie a viabilidade do procedimento e quais os materiais que serão utilizados. O paciente será preparado para o procedimento que será realizado na sala de hemodinâmica.

Todas as orientações médicas serão repassadas em consulta pré-cirúrgica.

O procedimento consiste em colocar o sistema de rotablator previamente à dilatação com balão e ao implante do stent, para que a placa calcificada seja preparada adequadamente para o implante do stent. Esta técnica é realizada por meio de uma punção na virilha. A OJIVA é guiada por um cateter através aorta de forma lenta e progressiva, deslizando-se através de uma guia de 0,009 polegadas, guiada e monitorada com pequenas injeções de contraste, até ser posicionada no interior da artéria lesionada com calcificação. Quando posicionada, aciona-se o sistema que faz com que a OJIVA gire a 180 mil rotações por minuto, desfazendo assim a rigidez da placa calcificada.

Após o procedimento, o local da punção será comprimido por aproximadamente dez minutos. Uma faixa será colocada ao redor de toda a perna na altura da virilha para evitar que o paciente tenha sangramento, ficando 24 horas com a faixa após o procedimento.  Consulte seu médico sobre o uso de seladores hemostáticos que reduzem o tempo de uso da faixa, dando mais conforto.

Você estará conectado a um monitor cardíaco e a um acesso venoso por algumas horas. Seu pulso, sua pressão sanguínea e o local da inserção dos cateteres serão verificados frequentemente. Se a virilha foi usada como local da inserção, você precisará ficar deitado com a perna imóvel durante 6 horas após a remoção do introdutor. Normalmente, após 24 horas de UTI você passará par o quarto, onde poderá repousar e preparar-se para a alta no dia seguinte.

Alguns cuidados devem ser tomados para evitar complicações nas angioplastias. Se o acesso for pela femoral ou virilha, nos próximos sete dias opôs o procedimento, evitar subir escadas, não carregar peso e não dirigir.

 

 

Preparo

O preparo antes do procedimento como medicação a ser suspensa, tempo de jejum, além da necessidade de internação prévia serão passados no momento do agendamento.

Cuidados pós-procedimento

Após a alta hospitalar é importante o acompanhamento do paciente pelo médico assistente em caráter ambulatorial e todas as orientações fornecidas no momento da alta, como tempo de repouso, medicações e cuidados deverão ser observadas para uma boa evolução clínica.

 

 

 

Referências: Médicos, livros e site de saúde.
Leia mais sobre aterectomia rotacionale no site da Sociedade Brasileira de Cardiologia

 

Colaboração
KipCor – Cirurgiões Cardiovasculares

www.kipcor.com.br

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Cardiologia, Cirurgia Cardiovascular, Notícias

  • Veja também


Angioplastia, quando fazer?

O QUE É ANGIOPLASTIA E COLOCAÇÃO DE STENT? As artérias que fornecem sangue para sua cabeça, coração, rins e...

Marca-passo para o Coração

Marca-passo: tudo sobre a cirurgia e a vida com o aparelho A pessoa pode ter alta no mesmo dia...

Angioplastia de Varizes

Angioplastia de Membros Inferiores   O que é? A angioplastia de membros inferiores é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo...

Remédios para Rinite Alérgica

Remédio para rinite alérgica: veja opções de tratamento Diversos medicamentos podem ser usados e escolha depende da avaliação do...

Artrose

Artrose: sintomas, tratamentos e causas   O que é Artrose? A artrose, também chamada de osteoartrite, é uma doença que...

Laringite

Laringite: o que é, remédios, tratamento, sintomas e causas   O que é laringite? A laringite é uma inflamação...

Sinusite X Rinite

Reconheça as diferenças entre os sintomas da rinite e da sinusite   Muitas vezes confundidas, essas doenças precisam de...

Insuficiência Cardíaca

Insuficiência cardíaca: sintomas, tratamentos e causas   O que é Insuficiência cardíaca? A insuficiência cardíaca, também chamada de insuficiência cardíaca...

Insuficiência Renal

Insuficiência renal aguda: sintomas, tratamentos e causas   O que é Insuficiência renal aguda? Insuficiência renal aguda é a...

Hipertensão Arterial

Hipertensão: causas, sintomas, diagnóstico e como baixar a pressão   A hipertensão arterial é o aumento anormal – e por longo...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad