7 Dicas para baixar o triglicérides

7 Dicas para baixar o triglicérides

7 Mudanças alimentares para baixar o triglicérides
Com pequenas mudanças no dia a dia, é possível adequar os níveis do seu triglicérides e ter mais saúde.  

Receber o diagnóstico de colesterol alto vira alvo de grande preocupação para muitas pessoas. O mesmo nem sempre acontece com aquelas que descobrem ter alto nível de triglicérides – ou triglicerídeos – no sangue.  Menos agressivos, os triglicérides costumam ser ignorados por muitos, mas eles também são perigosos se não controlados: aumentam os riscos de doenças coronarianas e até de desenvolver diabetes.

O endocrinologista Amélio Godoy Matos, que já foi presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, explica que os triglicerídeos são um tipo de gordura proveniente da ingestão de carboidratos e da própria gordura. Assim, ele está presente em cerca de 90% da nossa alimentação, enquanto o colesterol pode ser encontrado em apenas 10% dos alimentos ingeridos. Ainda assim, as melhores formas de baixar o nível de triglicérides não se restringem apenas à alimentação. Confira sete dicas que ajudam a controlar a taxa dessa gordura.

 

 

CARBOIDRATOS

Os triglicerídeos são originados de duas maneiras: pela ingestão de alimentos ricos em gordura ou pela sintetização de carboidratos no fígado. Dessa forma, uma das primeiras recomendações médicas para baixar o nível de triglicérides é criando uma dieta balanceada e, claro, com baixo teor de carboidratos, aponta o endocrinologista Amélio. Isso inclui massas, frutas e tubérculos, como a batata.

 

VERDURAS E LEGUMES

Verduras e legumes também não podem faltar no cardápio. “Alguns deles até apresentam uma porcentagem considerável de carboidratos, mas, ainda assim, serão sempre mais bem-vindos do que alimentos processados, como pães e massas”, explica o endocrinologista Amélio.

 

ÁLCOOL

“Bebidas alcoólicas são altamente calóricas, estimulando a produção de triglicerídeos e por isso, devem ser evitadas”, aconselha o profissional. Uma latinha de cerveja, por exemplo, tem 147 calorias; uma taça de vinho tinto seco, 107 e uma única dose de uísque, 240 calorias.

 

ÔMEGA 3

Peixes, como salmão e atum, são alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3, uma gordura insaturada, que reduz o nível de triglicérides do sangue. Assim, seu consumo sempre deve ser priorizado quando a outra opção for uma carne vermelha. Lembre-se, apenas, de preparar o peixe de forma que ele fique com baixo teor de gordura, sendo a melhor alternativa grelhá-lo.

 

AÇUCAR

Outro alimento que deverá ser controlado são os doces, já que o açúcar é um tipo de carboidrato. No organismo, ele é quebrado e transformado em partículas menores que serão absorvidas. O problema é que essa absorção estimula a produção de triglicerídeos pelo fígado. Além disso, há um depósito dessa gordura no pâncreas que atrapalha o funcionamento das células de insulina, fazendo com que a taxa de glicose no sangue também aumente.

 

TABAGISMO

O tabagismo aumenta os riscos de doenças cardiovasculares e diabetes, sendo um hábito prejudicial que potencializa os prejuízos causados pela alta taxa de triglicerídeos no sangue. Assim como o açúcar, ele causa resistência de insulina devido ao acúmulo de gordura no abdômen.

 

EXERCÍCIOS SÃO PARTE DA RTONA CONTRA O TRIGLICÉRIDES ALTO
“Excesso de peso é a principal causa de aumento de triglicerídeos no sangue”, explica Amélio Godoy. Por isso, aliar uma dieta equilibrada à prática de exercícios físicos, de preferência aeróbicos, é a melhor maneira de combater o alto nível de triglicérides, uma vez que ele aumenta a queima de gordura corporal.

 

 

Referências: Médicos, livros e site de saúde.
Leia mais sobre triglicérides no site do Ministério da Saúde

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Cardiologia, Endocrinologia, Notícias, Nutrição

  • Veja também


O que é arritmia cardíaca?

A arritmia cardíaca é uma condição caracterizada pela falta de ritmo nos batimentos do coração. Ela pode ser sintoma...

O que é a fonoaudiologia?

O fonoaudiólogo é o profissional da área de saúde que trabalha com os diferentes aspectos da comunicação humana (linguagem...

Variações na tireoide oferecem perigo ao coração

O hormônio TSH, produzido pelo cérebro, tem a função de regular a atividade tireoidiana. Se ele está em excesso...

Aterosclerose em crianças

A aterosclerose é o endurecimento de um vaso sanguíneo produzido por um acúmulo de placa. A placa é composta...

O que é Doença de Pompe?

A Doença de Pompe é uma condição genética hereditária rara, causada pela deficiência de uma enzima que atua no...

20 Mitos e Verdades sobre Cirurgia Bariátrica

17 mitos e verdades sobre a cirurgia bariátrica Esclarecemos as questões mais importantes sobre a cirurgia bariátrica, procedimento cada...

Ultrassonografia Morfológica

A importância das ultrassonografias morfológicas Exames avaliam estrutura do corpinho e mostram se os órgãos estão se desenvolvendo corretamente...

O que faz um Otorrinolaringologista?

Nariz, ouvidos e garganta são tratados pelo otorrinolaringologista Esse é o ramo da medicina que cuida do olfato, da...

Aterosclerose na infância e adolescência

Fatores de risco no desenvolvimento da aterosclerose na infância e adolescência As doenças cardiovasculares (DCV) constituem uma importante causa...

O que é um fonoaudiólogo?

O que faz um fonoaudiólogo? Atividades vão de tratamento dos transtornos da fala a aperfeiçoamento da voz para locutores...

Author: Redação

Share This Post On
468 ad