Pedra nos Rins

Pedra nos Rins

Os rins são órgãos que fazem parte do sistema excretor e osmorregulador. Estão localizados na região posterior do abdômen, atrás do peritônio e ao lado da coluna vertebral, na região lombar. O rim direito encontra-se logo abaixo do fígado e o esquerdo, abaixo do baço. Acima de cada rim está a glândula suprarrenal.

 

Os rins pesam cerca de 150g cada e são envoltos por um tecido fibroso chamado cápsula renal. Ao redor de cada órgão existe um acúmulo de tecido adiposo (gordura). São responsáveis pela filtragem do sangue e por equilibrar o sal e a água do organismo e desprezam, através da urina, todas as impurezas que encontram.

Além disso, os órgãos produzem uma enzima chamada renina, capaz de elevar a pressão arterial quando necessário. Quando a ingestão de água não é suficiente, há acúmulo de substâncias, tais como: ácido úrico, cálcio, cistina e, na maioria dos casos, oxalato de cálcio. Estes cristais, aglomerados, formam pedras e permanecem nos rins ou nos canais urinários, causando dor, sangramento e infecção.

Para diagnosticar a pedra nos rins – também conhecida como cálculo renal – é realizada análise clínica e, em alguns casos, ultrassom e raio-x.

O tratamento de pedras nos rins pode ser realizado através de medicamentos, dieta direcionada e aumento na ingestão de líquidos ou – dependendo do tamanho da pedra – a realização de um procedimento capaz de implodir a pedra para que ela possa ser expelida na urina.

Perguntas frequentes sobre pedras nos rins:

– O cálculo renal é mais comum em homens ou em mulheres?

A doença pode ser desenvolvida em ambos, principalmente na fase adulta, porém existe uma tendência maior do problema em pessoas do sexo masculino. A proporção é de 3 homens para cada 1 mulher.

– Como prevenir as pedras nos rins?

Através da ingestão de, no mínimo, 2 litros de água. Também é importante ficar atento à coloração da urina – que nunca deve ser escura – e preferir ingerir frutas cítricas, pois evitam a cristalização dos sais.

– É verdade que no verão há mais chance de desenvolver pedras nos rins?

Sim, pois apesar de ingerir mais água, as pessoas transpiram mais e, consequentemente, o rim tem pouca “matéria prima” para trabalhar. Portanto é importante redobrar o cuidado nesta época do ano.

– Se em minha família há casos de pedras nos rins eu também terei?

Não necessariamente, mas há mais possibilidade de você ou pessoas da família desenvolver pedras nos rins. É importante ter mais atenção aos sintomas e se sentir qualquer sintoma, procurar assistência médica o mais rápido possível.

Consulte um Hospital especializado:

Hospital Silvio Romero – Tatuapé / SP
Especializado em pedras nos Rins
R. Fernandes Pinheiro, 268. CEP:03308-060
Telefones: 11 2227-9040
WhatsApp: (11) 95161-2807
Site: www.hesr.com.br

Conheça alguns médicos especialistas da área:
Urologia

  • Veja também


Câncer de Próstata

O câncer de próstata A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz que só os homens têm....

Funções da bexiga

Qual é a função da bexiga? A principal função da bexiga é armazenar urina antes de ser eliminada. A...

Cálculo Renal – Você sabe o que é? E como tratar o cálculo renal.

SAIBA O QUE É E COMO TRATAR O CÁLCULO RENAL
Conheça o tratamento a laser, indicado em 90% dos casos graves de cálculo renal.

Author: Redação

Share This Post On
468 ad

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *