TRANSPLANTE DE CÓRNEA

TRANSPLANTE DE CÓRNEA

Transplante de Córnea

A córnea é uma estrutura transparente localizada na parte anterior do olho. Ela permite que as imagens do meio externo penetrem no olho e sejam captadas pela retina. Para o bom funcionamento da córnea, é necessário que a mesma tenha transparência satisfatória e curvatura adequada.

Olho e a localização da córnea(C)

O transplante de córnea é indicado quando a transparência ou a curvatura da córnea estejam alteradas, não permitindo uma boa visão.
O transplante consiste na substituição da córnea alterada por uma córnea doadora que esteja em boas condições. O transplante é realizado com anestesia local, mas em situações especiais o médico pode aplicar uma anestesia geral.

 

A técnica mais utilizada atualmente para o transplante de córnea é o método penetrante e durante a cirurgia do transplante são aplicados 16 pontos separados. Os pontos começam a ser retirados após 3 meses de cirurgia do transplante, removendo por etapas de acordo com o astigmatismo induzido e avaliado através de topografia corneana computadorizada. A retirada dos pontos do transplante é realizada pelo médico com o auxilio de um microscópio.

 

Visão ilustrativa de um transplante de Córnea.

A cirurgia de transplante de córnea apresenta alta porcentagem de sucesso. Normalmente varia entre 80 e 90% de sucesso em situações não complicadas (de acordo com estatísticas mundiais). Em casos complicados, a taxa de sucesso do transplante de córnea pode diminuir conforme a complexidade e da patologia ocular.

Os principais riscos de um transplante de córnea são: falência primária e rejeição. Na falência primária, a córnea doada não apresenta bom funcionamento. Isto é percebido no primeiro mês pós-cirurgia. Neste caso, deve ser feita outra cirurgia.

Na rejeição a córnea apresenta bom funcionamento inicial e, algum período após, o paciente pode apresentar diminuição da visão e vermelhidão ocular. É importante o diagnóstico e o tratamento precoce para a recuperação. O período crítico para rejeição é no primeiro ano. Porém, o paciente pode apresentar rejeição até quando viver. Grande parte das rejeições pode ser tratada com sucesso se forem diagnosticadas no início. Existe a possibilidade de se realizar outro transplante de córnea após a rejeição.
Após a cirurgia do transplante, o transplantado deverá usar colírios de corticóide e antibiótico. Em casos especiais pode ser necessário anti-hipertensivo ocular e medicação oral. Deve-se evitar esforço físico no período de cicatrização do transplante de córnea e dormir do lado contra lateral ao olho operado.

As córneas doadas passam por um processo de avaliação quanto à sua condição óptica, sendo utilizadas somente córneas que apresentem boa perspectiva para o sucesso do transplante. Mesmo assim, em alguns casos a córnea pode não funcionar adequadamente. São também realizados exames sorológicos nos doadores para descartar possíveis patologias infecciosas ( HIV, Hepatite B e C).

Os resultados do transplante de córnea são bons?

Geralmente os resultados visuais após transplante de córnea são muito satisfatórios. A visão do paciente depende também da integridade de outras estruturas oculares. Após o transplante, pode levar meses para a visão atingir seu potencial, porém após algumas semanas o paciente já poderá perceber melhora.
O paciente deve ser submetido à uma avaliação oftalmológica completa.Quando existe uma patologia corneana ,que necessite de transplante, descartando outras possibilidades terapêuticas, o paciente é inscrito.O tempo entre a inscrição e a cirurgia é em média de 1 a 2 meses.

 

Qual a indicação para o transplante de córnea?

O transplante de córneas é indicado para quem perdeu a transparência da córnea, seja por trauma ou doença.

Como eu entro na fila para transplante de córnea?

Para receber o transplante de córnea o paciente deve consultar com um médico oftalmologista especialista em córnea. Depois de um exame que o médico irá solicitar, havendo indicação para transplante de córnea, o médico irá solicitar uma córnea através da ficha de inscrição que será encaminhada ao CNCDO/GO – Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos em Goias.

Como posso saber se estou na fila de espera do transplante de córneas?

A fila de espera para transplante de córnea esta em ordem de data de inscrição, sua posição na fila de transplante poderá ser informada no CNCDO/GO  – telefone (62) 3201-8319.

O pós-operatório do transplante de córnea é imediato?

O resultado da cirurgia de transplante de córneas é progressivo e a recuperação total depende do paciente, seguindo as orientações médicas e fazendo uso dos medicamentos prescritos.

Quais OS procedimentos que devo realizar antes do transplante de córnea?

O médico irá orientar o paciente quanto aos procedimentos a serem feitos antes do transplante.

Por exemplo:

  • Realizar exames pré-operatório;
  • Evitar uso do medicamento ASS ou outros medicamentos que forem necessário dependendo de cada paciente.

O que tenho que fazer para que o meu transplante seja um sucesso?

  • Comparecer aos retornos médicos;
  • Fazer uso dos medicamentos prescritos;
  • Manter boa higienização do rosto.
Posso ser um doador de córnea?
Hoje, no Brasil, para ser doador não é necessário deixar nada por escrito, em nenhum documento. Basta comunicar sua família do desejo da doação. A doação de órgãos só acontece após autorização familiar.
Médicos que fazem transplantes de córneas na Fundação Banco de Olhos de Goiás.
  • Ciro Gustavo Barbosa de Camargo Andrade CRM 14556
  • Francisco Welington Rodrigues CRM 6528
  • Luciene Barbosa de Sousa CRM 7420
  • Maria Cristina Barbosa de Sousa CRM 6710
  • Rodrigo Paolini CRM 8475
Horário de funcionamento: das 07:00 ás 18:00 h. Tel: (62) 3219-4100/ fax (62) 3282-1002
TOTAL DE ENUCLEAÇÕES/DOAÇÕES
POR ANO
BANCO DE OLHOS – FUBOG 2010 2011 2012 2013 2014
Enucleações 688 573 445 458 623
Enviadas para Transplantes 315 440 343 352 518
Transplantes realizados na FUBOG 125 295 325 266 298

Fonte: Instituto da Visão e Fundação Banco de olhos

  • Veja também


LIPOFUSCINOSE CEROIDE NEURONAL – CLN2

Lipofuscinose Ceroide Neuronal Ceroide Lipofuscinose Neuronal (CLN) , é uma doença neurodegenerativa de origem genética que determina comprometimento progressivo...

Delboni lança serviço exclusivo para idosos

Foi pensando nessa realidade e tendência do perfil da população brasileira que o Delboni Medicina Diagnóstica criou o Club...

Hospital Sírio-Libanês no Congresso da Sociedade de Cardiologia de SP (Socesp) 2017

Hospital Sírio-Libanês participa de um dos maiores eventos de cardiologia O Hospital Sírio-Libanês estará presente na 38.ª edição do...

Casa de Saúde Saint Roman realiza mais de 70 mil atendimentos

A Casa de Saúde Saint Roman, referência nos tratamentos da saúde mental e dependência química no Rio de Janeiro,...

5 motivos para o médico ir até você

A tecnologia está conferindo um papel importante na saúde: unir acessibilidade para atender uma grande demanda de usuários que...

Instituto Oncoclínicas lança plataforma digital

O Instituto Oncoclínicas de Ensino, Pesquisa e Educação Médica Continuada (IOEPEMC) acaba de lançar o canal na internet com acesso...

A revolução do hospital digital

Em entrevista ao Saúde Business, o diretor geral da MV, Luciano Regus, enumera as vantagens do hospital digital e...

Como a telemedicina está transformando os cuidados em saúde [Infográfico]

Vivemos um período marcado por conexões de internet mais rápidas, smartphones onipresentes. O momento contribui para que o setor...

Ateliê Oral apresenta tendências para odontologia (Soluções Ateliê Oral)

Estamos vivendo um momento crucial na odontologia. Com o auxílio de avançadas ferramentas tecnológicas, esta área da saúde não...

Nova regulamentação autoriza farmácias a aplicar vacinas

As farmácias estão entrando em um novo mercado que é no momento atual dominado pelas clínicas de imunização. Uma...

Author: Redação

Share This Post On

Agência de Marketing especialista na área da saúde.
www.convertmkt.com.br