TRANSPLANTE DE CÓRNEA

TRANSPLANTE DE CÓRNEA

Transplante de Córnea

A córnea é uma estrutura transparente localizada na parte anterior do olho. Ela permite que as imagens do meio externo penetrem no olho e sejam captadas pela retina. Para o bom funcionamento da córnea, é necessário que a mesma tenha transparência satisfatória e curvatura adequada.

Olho e a localização da córnea(C)

O transplante de córnea é indicado quando a transparência ou a curvatura da córnea estejam alteradas, não permitindo uma boa visão.
O transplante consiste na substituição da córnea alterada por uma córnea doadora que esteja em boas condições. O transplante é realizado com anestesia local, mas em situações especiais o médico pode aplicar uma anestesia geral.

 

A técnica mais utilizada atualmente para o transplante de córnea é o método penetrante e durante a cirurgia do transplante são aplicados 16 pontos separados. Os pontos começam a ser retirados após 3 meses de cirurgia do transplante, removendo por etapas de acordo com o astigmatismo induzido e avaliado através de topografia corneana computadorizada. A retirada dos pontos do transplante é realizada pelo médico com o auxilio de um microscópio.

 

Visão ilustrativa de um transplante de Córnea.

A cirurgia de transplante de córnea apresenta alta porcentagem de sucesso. Normalmente varia entre 80 e 90% de sucesso em situações não complicadas (de acordo com estatísticas mundiais). Em casos complicados, a taxa de sucesso do transplante de córnea pode diminuir conforme a complexidade e da patologia ocular.

Os principais riscos de um transplante de córnea são: falência primária e rejeição. Na falência primária, a córnea doada não apresenta bom funcionamento. Isto é percebido no primeiro mês pós-cirurgia. Neste caso, deve ser feita outra cirurgia.

Na rejeição a córnea apresenta bom funcionamento inicial e, algum período após, o paciente pode apresentar diminuição da visão e vermelhidão ocular. É importante o diagnóstico e o tratamento precoce para a recuperação. O período crítico para rejeição é no primeiro ano. Porém, o paciente pode apresentar rejeição até quando viver. Grande parte das rejeições pode ser tratada com sucesso se forem diagnosticadas no início. Existe a possibilidade de se realizar outro transplante de córnea após a rejeição.
Após a cirurgia do transplante, o transplantado deverá usar colírios de corticóide e antibiótico. Em casos especiais pode ser necessário anti-hipertensivo ocular e medicação oral. Deve-se evitar esforço físico no período de cicatrização do transplante de córnea e dormir do lado contra lateral ao olho operado.

As córneas doadas passam por um processo de avaliação quanto à sua condição óptica, sendo utilizadas somente córneas que apresentem boa perspectiva para o sucesso do transplante. Mesmo assim, em alguns casos a córnea pode não funcionar adequadamente. São também realizados exames sorológicos nos doadores para descartar possíveis patologias infecciosas ( HIV, Hepatite B e C).

Os resultados do transplante de córnea são bons?

Geralmente os resultados visuais após transplante de córnea são muito satisfatórios. A visão do paciente depende também da integridade de outras estruturas oculares. Após o transplante, pode levar meses para a visão atingir seu potencial, porém após algumas semanas o paciente já poderá perceber melhora.
O paciente deve ser submetido à uma avaliação oftalmológica completa.Quando existe uma patologia corneana ,que necessite de transplante, descartando outras possibilidades terapêuticas, o paciente é inscrito.O tempo entre a inscrição e a cirurgia é em média de 1 a 2 meses.

 

Qual a indicação para o transplante de córnea?

O transplante de córneas é indicado para quem perdeu a transparência da córnea, seja por trauma ou doença.

Como eu entro na fila para transplante de córnea?

Para receber o transplante de córnea o paciente deve consultar com um médico oftalmologista especialista em córnea. Depois de um exame que o médico irá solicitar, havendo indicação para transplante de córnea, o médico irá solicitar uma córnea através da ficha de inscrição que será encaminhada ao CNCDO/GO – Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos em Goias.

Como posso saber se estou na fila de espera do transplante de córneas?

A fila de espera para transplante de córnea esta em ordem de data de inscrição, sua posição na fila de transplante poderá ser informada no CNCDO/GO  – telefone (62) 3201-8319.

O pós-operatório do transplante de córnea é imediato?

O resultado da cirurgia de transplante de córneas é progressivo e a recuperação total depende do paciente, seguindo as orientações médicas e fazendo uso dos medicamentos prescritos.

Quais OS procedimentos que devo realizar antes do transplante de córnea?

O médico irá orientar o paciente quanto aos procedimentos a serem feitos antes do transplante.

Por exemplo:

  • Realizar exames pré-operatório;
  • Evitar uso do medicamento ASS ou outros medicamentos que forem necessário dependendo de cada paciente.

O que tenho que fazer para que o meu transplante seja um sucesso?

  • Comparecer aos retornos médicos;
  • Fazer uso dos medicamentos prescritos;
  • Manter boa higienização do rosto.
Posso ser um doador de córnea?
Hoje, no Brasil, para ser doador não é necessário deixar nada por escrito, em nenhum documento. Basta comunicar sua família do desejo da doação. A doação de órgãos só acontece após autorização familiar.
Médicos que fazem transplantes de córneas na Fundação Banco de Olhos de Goiás.
  • Ciro Gustavo Barbosa de Camargo Andrade CRM 14556
  • Francisco Welington Rodrigues CRM 6528
  • Luciene Barbosa de Sousa CRM 7420
  • Maria Cristina Barbosa de Sousa CRM 6710
  • Rodrigo Paolini CRM 8475
Horário de funcionamento: das 07:00 ás 18:00 h. Tel: (62) 3219-4100/ fax (62) 3282-1002
TOTAL DE ENUCLEAÇÕES/DOAÇÕES
POR ANO
BANCO DE OLHOS – FUBOG 2010 2011 2012 2013 2014
Enucleações 688 573 445 458 623
Enviadas para Transplantes 315 440 343 352 518
Transplantes realizados na FUBOG 125 295 325 266 298

Fonte: Instituto da Visão e Fundação Banco de olhos

Conheça alguns médicos especialista da área:
Oftalmologia

Dra. Marcela Cypel
Oftalmologia atende em SP Dra. Marcela Cypel - CRM: 95.892 www.clinicacypel.com.br Consulta
  • Veja também


Novos estudos ligam apneia do sono à asma e ao Alzheimer

Três pesquisas que serão apresentadas em conferência da Sociedade Americana Torácica detalham causas e complicações do distúrbio do sono...

Sangue de cordão umbilical pode salvar vidas

O sangue do cordão umbilical do recém-nascido, antes descartado, passou a ter um outro valor, pois é rico em...

Corticoide aumenta risco de diabete

No dia 14 de Novembro é o Dia Mundial do Diabetes. A data é essencial para lembrar a importância...

Demência

24As queixas de déficit de memória nos idosos pode estar relacionada a demência que se apresenta como déficit c2ognitivo...

Vacina Meningite B

Geralmente a Vacina de Meningite B pode ser aplicada em postos de saúde ou em clínicas de vacina. Em...

Mioma é câncer?

Não, mioma não é um câncer. Mioma é um tumor benigno que pode ser tratado. Ainda não se sabe...

Exames de mioma

Exames para Identificação de Miomas O diagnóstico do mioma pode ser feito pelo histórico da paciente e pelo exame físico....

Anticoncepcional X Mioma

Procure um médico antes de iniciar qualquer método contraceptivo, na consulta de rotina com seu Ginecologista, casos de mioma...

Mioma na Menopausa

Mesmo na menopausa as mulheres já podem contar com tratamentos alternativos como a embolização de mioma que elimina o...

Sintomas do Mioma Uterino

50% das mulheres em idade reprodutiva têm mioma uterino. Destas, metade não apresenta nenhum sinal ou sintoma de mioma. O Dr....

Author: Redação

Share This Post On