Anticoncepcional X Mioma
Logo Convert MKT

Anticoncepcional X Mioma

Procure um médico antes de iniciar qualquer método contraceptivo, na consulta de rotina com seu Ginecologista, casos de mioma podem ser diagnosticados.

A pílula contraceptiva oral, conhecida popularmente somente como pílula anticoncepcional, é uma combinação dos hormônios estrogênio – responsável por criar condições necessárias à fertilização do embrião – e progesterona – atuante sobre o ciclo menstrual e em modificações no corpo durante a gravidez. É o método de contracepção mais comum no mundo: calcula-se que aproximadamente 100 milhões de mulheres façam uso da pílula.

A pílula anticoncepcional colabora para o aparecimento do mioma?

Estudos continuam sendo realizados, mas ainda não se pode afirmar que a pílula esteja ligada ao surgimento da doença. Sabe-se que muitas mulheres possuem uma predisposição genética a ter mais sensibilidade nas fibras musculares uterinas, causada por hormônios femininos, como o estrógeno e a progesterona. Quando a mulher passa a tomar anticoncepcionais ou faz algum tratamento à base desses hormônios, alterações podem ocorrer.

Os anticoncepcionais podem ser usados no tratamento de mioma?

Os anticoncepcionais contêm uma combinação de hormônios (estrogênio e progesterona) que podem ser úteis na diminuição do sangramento menstrual aumentado associado ao mioma. Mas os anticoncepcionais não reduzem o tamanho do mioma, portanto não são um tratamento efetivo.

Mioma na gravidez

A associação entre mioma e gravidez ocorre em aproximadamente 0,13% a 7%.

Nessa situação, o mioma pode determinar gravidez ectópica (quando o óvulo implanta em outro local que não a cavidade uterina), abortamento, parto prematuro, sangramento e dificuldades durante o parto.

Além disso, eles podem aumentar significativamente de tamanho durante a gestação, devido aos altos níveis hormonais.

Cada caso deve ser analisado individualmente, para determinação da necessidade de tratamento.

O que é o mioma?

O mioma é um tumor benigno que atinge aproximadamente 50% das mulheres. São nódulos formados por um tecido muscular que se localizam no útero, irrigados por artérias e veias.

O mioma pode se transformar em um tumor benigno?

É muito raro. Segundo alguns estudos, a chance é de 0,1 a, no máximo, 1% dos casos. A chance de malignização do mioma tornar-se um câncer é bem rara.

Toda mulher pode ter mioma?

Sim. A herança genética conta‚ mas outros fatores influenciam: excesso de peso‚ ingestão de comidas gordurosas‚ corrimento‚ infecção urinária‚ diabetes e pressão alta.

Como o mioma aparece?

O mioma se desenvolve devido a vários fatores, como a genética, a raça (são bem mais frequentes na raça negra), a idade (se desenvolve durante o período fértil) e a disfunção hormonal.

Mioma tem tratamento?

Sim. Existem 3 tipos de tratamento de mioma:

1. Embolização Uterina: atualmente essa é a técnica mais inovadora. A embolização interrompe o fluxo sanguíneo para o mioma, o período de internação é de 24 horas, não há cortes ou cicatrizes e é indicada para pacientes que querem manter o útero e poder engravidar.

2. Medicamentoso: controla o sangramento e inibe o crescimento do mioma. O uso de anti-inflamatórios ajuda a controlar os sintomas. Pílulas anticoncepcionais podem auxiliar‚ porque mantêm baixas as doses do hormônio estrogênio‚ que nutre os tumores. Este tratamento apenas alivia os sintomas do mioma.

2. Cirúrgico: a histerectomia, ou retirada do útero, deve ser considerada a última possibilidade no tratamento da miomatose uterina. A retirada do útero pode causar grandes transtornos à mulher uma vez que esse órgão é responsável pelo orgasmo e pela feminilidade. Não é incomum mulheres que se submeteram a histerectomia apresentarem quadros de depressão. Este tipo de tratamento foi aplicado pelos médicos durante muito tempo enquanto não havia a Embolização do Mioma.

Quais são os sintomas do mioma?

Nem toda mulher apresenta sintomas de mioma‚ mas algumas podem ter:

  • Dor na região do útero
  • Aumento do fluxo sanguíneo e da duração do período menstrual
  • Sangramentos fora do período menstrual
  • Dor durante a relação sexual
  • Aumento da vontade de urinar
  • Crescimento da barriga
  • Prisão de ventre

Recomendações:

Dr. Henrique Elkis recomenda que você procure um médico antes de iniciar qualquer método contraceptivo. O especialista lembra ainda da importância de consultar um ginecologista regularmente, já que nas consultas de rotina, muitos casos de mioma podem ser diagnosticados.

 

Fonte: Dr. Henrique Elkis

Onde tratar

Dr. Henrique Elkis

Site: http://www.henriqueelkis.com.br

Conheça alguns médicos especialista da área:
Mioma

  • Veja também


Mioma é câncer?

Não, mioma não é um câncer. Mioma é um tumor benigno que pode ser tratado. Ainda não se sabe...

Exames de mioma

Exames para Identificação de Miomas O diagnóstico do mioma pode ser feito pelo histórico da paciente e pelo exame físico....

Mioma na Menopausa

Mesmo na menopausa as mulheres já podem contar com tratamentos alternativos como a embolização de mioma que elimina o...

Sintomas do Mioma Uterino

50% das mulheres em idade reprodutiva têm mioma uterino. Destas, metade não apresenta nenhum sinal ou sintoma de mioma. O Dr....

Tipos de Tratamentos de Miomas

Mulheres com mioma pequeno e assintomático não necessitam de tratamento. Na verdade, até 40% dos miomas regridem espontaneamente em...

Author: root

Share This Post On