Quais os tipos de Cicatriz? Quais os tratamentos de Cicatriz?

Tipos de Cicatriz

Tipos de Cicatriz

É muito difícil encontrar alguém que não tenha ao menos uma cicatriz no corpo.

Cicatrização é o nome dado ao processo natural de cura de um ferimento, por acidente, doença ou cirurgia. Seu tamanho e intensidade variam de acordo com o tempo em que a pessoa ficou ferida e o tipo de pele do indivíduo.

No geral as cicatrizes tornam-se mais discretas com o passar do tempo e costumam deixar marcas mais intensas em locais onde a movimentação é constante, como na mandíbula, nos joelhos, cotovelos, ombros, costas e pés.

Inicialmente as cicatrizes são grossas e de cor avermelhada, desbotando com o passar do tempo. O tempo para ter um aspecto melhor de uma cicatriz é em média 3 meses (90 dias).

Quais os tipos de cicatrizes?

• Cicatriz normotrófica:
normotrofica
O local lesionado volta a ser como era antes do ferimento.

 

 

• Cicatriz atrófica:
atrofica
Ocorre uma perda do tecido ou a sutura da pele ocorre de forma inadequada.

 

 

• Cicatriz hipertrófica:
hipertrofica
A organização do colágeno no local acontece de forma desarmônica, tornando a cicatriz com formas desalinhadas.

 

 

• Cicatriz brida cicatricial:
brida-cicatricial
Acontece quando a cicatriz é formada sobre articulações, limitando assim, suas funções.

 

 

Cicatriz queloide:
queloides
Geralmente, é uma tendência individual, se caracterizando pelo aparecimento de um excesso cicatricial fora da área de excisão.

 

 

Hoje existem diversos tratamentos capazes de atenuar as cicatrizes inestéticas. Vale lembrar que nenhuma cicatriz pode ser totalmente apagada, mas ela pode ser amenizada e clareada para se tornar menos evidente. Cada cicatriz é única e existe uma diversidade de procedimentos (associados ou não uns aos outros) que podem melhorar sua aparência.

 

Tratamentos para todos os tipos de cicatriz

Hoje em dia existem diversos tipos de tratamentos ou procedimentos que o seu dermatologista ou cirurgião plástico pode usar para melhorar e restaurar a pele que foi danificada e minimizar assim as consequências provocadas pelas cicatrizes. É possível melhorar bastante o local danificado, até ao ponto da cicatriz se tornar quase imperceptível, no entanto, convém lembrar que cicatrizes muito extensas e profundas dificilmente vão desaparecer na sua totalidade.

Tratamento a laser para cicatrizes – Este tratamento consiste em expor a cicatriz a um laser que vai “aquecer” com bastante intensidade a camada superficial da pele, a epiderme e parte da derme. O laser move-se por toda a cicatriz removendo assim as camadas mais afetadas, o que permite expor novas e mais naturais camadas de pele.

Microdermoabrasão e Dermoabrasão – Estes métodos são frequentemente utilizados para remover cicatrizes, mas também para suavizar rugas ou outros tipos de irregularidades na superfície da pele. Neste tratamento o dermatologista controla e define a profundidade que acha necessária, através de uma “lixa” que remove as camadas da pele mais afectadas.

Peeling Químico e Peeling de Cristal – O peeling químico, como o próprio nome sugere, consiste em aplicar uma solução química sobre a pele, que “destrói” a epiderme de forma controlada, levando à esfoliação e combate a determinadas condições de pele incluindo cicatrizes de acne. O contato desta solução com a pele permite remover e regenerar as camadas da pele. O peeling de cristal é um método relativamente recente e funciona através da pulverização de pequenas partículas de cristais sobre pele. Contrariamente ao peeling químico este não usa agentes químicos.

Preenchimento – Este é um tratamento muito utilizado em situações em que a cicatriz é atrófica, ou seja, onde existe uma perda de tecidos. As injecções de preenchimento de colágeno por exemplo são aplicadas sob a cicatriz para aumentar o volume do local com a intenção de deixar a cicatriz ao mesmo nível da pele circundante. É um tratamento temporário e algum tempo depois necessita de ser repetido.

Microexertos – Este é outro tipo de tratamento para cicatrizes que tem por objectivo nivelar a pele do paciente. Os microexteros são pequenos transplantes de pele (normalmente da parte de trás da orelha do próprio paciente) que o cirurgião utiliza para nivelar e melhorar a área danificada. É bastante utilizado e indicado para cicatrizes de acne profundas.

Cirurgia – Muitas pessoas optam pela remoção cirúrgica das cicatrizes. A revisão cirúrgica é normalmente usada em cicatrizes mais largas, profundas e até quando são mais antigas. É um tratamento que pode melhorar bastante a aparência das cicatrizes, onde cirurgiões dermatológicos utilizam diversas técnicas cirúrgicas para tornar a cicatriz menos evidente, é porém, um tratamento bem mais caro.

O resultado de um tratamento para além de depender bastante da gravidade da sua cicatriz, também depende bastante do tratamento aplicado. É crucial consultar um bom dermatologista. Ele vai avaliar qual o tipo de cicatriz que você tem, o estado da cicatriz, bem como o tempo que ela tem, e assim determinar os métodos que podem ser mais eficazes no processo de remoção de cicatriz.

Conheça alguns médicos especialista da área:
Cicatriz

  • Veja também


Tratamento de Cicatriz

Cicatrização é o nome dado ao processo natural de cura de um ferimento, por acidente, doença ou cirurgia. Seu...

Author: Redação

Share This Post On